Agrônomo avalia desempenho das lavouras e cenário político conturbado

Agrônomo avalia desempenho das lavouras e cenário político conturbado

Enquanto se vive a expectativa de uma boa safra de verão, o agronegócio regional também se mostra preocupado com os rumos do setor em se tratando do cenário político do Brasil.

 

 

A palavra “regulação” gera grande temor no setor produtivo pelas amarras e barreiras que podem significar ao pleno desenvolvimento do agro, que é um dos mais dinâmicos da economia brasileira e um participante competitivo do mercado global.

Uma das principais preocupações de agropecuaristas diz respeito a um eventual aumento da interferência do Estado no agronegócio, neste caso, por exemplo, com regulação via taxação das exportações.

A preocupação é legítima, já que, na visão de especialistas, algumas das consequências seria a perda de competitividade do setor, desestímulo à produção agropecuária e até a queda do PIB.

Os agropecuaristas também temem pela segurança jurídica, especialmente com a possibilidade de invasões de terras férteis e legalizadas e demarcações de terras para índios.

Já em relação a safra de verão, o vice-presidente do Sindicato Rural Patronal de Marechal Cândido Rondon, engenheiro agrônomo Cevio Mengarda, se diz otimista quanto a um bom desempenho.

Ele também orienta os produtores sobre as aplicações necessárias nesse estágio das lavouras, contudo, não  esconde sua preocupação em  se tratando do cenário político brasileiro….

Veja a notícia completa em Rádio Difusora do Paraná