Mais  de 15 mil pessoas conquistaram um emprego no Paraná em agosto

Mais de 15 mil pessoas conquistaram um emprego no Paraná em agosto

O levantamento do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados – Caged –  divulgado ontem pelo Ministério do Trabalho e Previdência, mostra que  mais de 15 mil pessoas conquistaram um emprego com carteira assinada no Paraná em agosto.

Foi o melhor resultado entre os estados da Região do Sul, cerca de 48% superior a Santa Catarina   e 56%  maior do que o Rio Grande do Sul  e o sexto maior saldo do País no período.

No total, apontou a pesquisa, foram 155.939 admissões ante 140.821 desligamentos em agosto no Estado, com saldo de 15.118 vagas criadas.

Já o Brasil apresentou 278.639 contratações no oitavo mês do ano, resultado puxado pelos desempenhos de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais , unidades mais populosas da Federação.

Com resultado positivo em todos os meses de 2022, o Paraná se consolida como o quarto maior gerador de emprego formal do País ao longo do ano, com 123.180 postos.

Apenas São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro  aparecem à frente.

O levantamento do Caged mostra também que o setor de serviços foi quem mais gerou emprego no Paraná em agosto.

Foram 8.022 admissões de saldo, com destaque para a informação, comunicação e atividades financeiras, imobiliárias, administração pública, defesa, seguridade social, educação, saúde humana e serviços sociais.

Na sequência aparecem o comércio, indústria  e construção.

Dos 399 municípios paranaenses, 268 fecharam agosto com saldo positivo na abertura de vagas, o que corresponde a 62% do total.

Em 17 deles, o número de contratações e de demissões foi o mesmo, com um saldo igual a 0.

Os municípios com o maior saldo de contratações no período foram Londrina  , São Mateus do Sul , Ponta Grossa , Curitiba e São José dos Pinhais.

Em Marechal Cândido Rondon os números também são positivos confirme destaca Sergio Marucci, da Agencia do Trabalhador, o SINE….


 

Veja a notícia completa em Rádio Difusora do Paraná