Ministério da Saúde faz alerta sobre aumento de casos de Covid-19 e reforça o uso de máscaras

Ministério da Saúde faz alerta sobre aumento de casos de Covid-19 e reforça o uso de máscaras

A Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde divulgou no sábado (12) uma nota técnica alertando estados e municípios sobre o aumento do número de casos de Covid-19 no país e reforçando a necessidade uso de máscaras.

No documento, a pasta cita a circulação da subvariante da ômicron BQ.1 no país e aponta, além do uso de máscaras, o reforço da higienização frequente das mãos com álcool 70% ou água e sabão.

A secretaria destacou que as medidas deves ser seguidas principalmente “por indivíduos com fatores de risco para complicações da Covid-19 (em especial imunossuprimidos, idosos, gestantes e pessoas com múltiplas comorbidades)”.

Esses cuidados também devem ser levados adotados por pessoas que tiveram contato com casos confirmados da doença e por quem costuma frequentar locais fechados e mal ventilados, aglomerações ou unidades de saúde.

Também no sábado, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, publicou nas redes sociais um apelo para a população buscar os postos de vacinação.

Ele disse que 69 milhões de brasileiros ainda não tomaram 1ª dose de reforço e 32,8 milhões que poderiam ter recebido a 2º dose de reforço ainda não se vacinaram.

Já neste domingo (13), o Ministério da Saúde enviou uma nota à imprensa em que destacou os números mencionados por Queiroga e a circulação de novas linhagens da variante ômicron.

A pasta concluiu o comunicado ressaltando a importância dos imunizantes no controle da pandemia.

“Mais de 69 milhões de brasileiros não tomaram a primeira dose de reforço contra o vírus. Nesse contexto, o Ministério da Saúde convida a população a completar e reforçar a imunização, uma vez que as vacinas foram fundamentais para controlar a emergência de saúde provocada pela Covid-19 e seguem sendo importantes.”

Levantamento do consórcio de veículos de imprensa sobre a situação da pandemia de coronavírus no Brasil mostrou que, entre sexta (11) e sábado, foram contabilizados 5.262 novos casos da doença.

No total, o país registrou 5.262 novos diagnósticos de Covid-19 em 24 horas, completando 34.954.680 casos conhecidos desde o início da pandemia.

Com isso, a média móvel de casos nos últimos 7 dias foi de 8.935, com variação de +74% em relação a duas semanas atrás.

BQ.1
Em circulação no país, a nova subvariante da ômicron da Covid, a BQ.1, foi encontrada em São Paulo, onde ocorreu uma morte, no Amazonas, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e Espírito Santo.

Com sintomas semelhantes às variantes anteriores, a BQ.1 não é de maior gravidade.

De qualquer forma, a recomendação do Ministério da Saúde é completar o esquema de vacinas – que protegem contra essa nova subvariante – e manter medidas como o uso de máscaras e distanciamento social, principalmente pela população mais vulnerável, como idosos e imunossuprimidos.

 

Fonte: G1

Veja a notícia completa em Rádio Difusora do Paraná