É preciso aprender a ser flor mesmo entre os espinhos

É preciso aprender a ser flor mesmo entre os espinhos

Foi impossível não fotografar essa lindeza. Enquanto eu olhava, refletia (coisa de psicóloga) em como muitas vezes nos achamos um cacto, em uma vida de cacto, sem sequer imaginar que por mais difícil que tudo pareça, existe um jeito de florescer.  Presos nos sofrimentos, tendemos a nos vitimizar, ao invés de reagirmos e tomarmos atitudes […]

Veja a notícia completa em O Presente